Palestra motivacional? Será que funciona?

Conselhos para empreendedores que querem resultados, e não gastos!

Vários pequenos empresários detectam um clima “pesado” em suas empresas e, sem saber ao certo o que fazer, pensam em ministrar uma palestra motivacional.Ops, eles não, outra pessoa. E contrata o primeiro “vocacionado” que encontra.

Contratou, o palestrante veio e, redundantemente, “palestrou” e… No outro dia, o clima é praticamente o mesmo: horrível! Por que? Talvez por vários motivos:

  • O chefe é um homem das cavernas: bruto, ignorante, prepotente;
  • Só tem “cobras” na equipe;
  • A palestra não tinha nada a ver com o colaborador, muito menos com a empresa;
  • Não existe nenhuma política de RH (ou GP, ou PH, etc.) que propicie motivação;
  • A organização é uma “desorganização”;
  • E/ou infinitos outros motivos.

Infelizmente, existem diversos comportamentos pecaminosos na gestão de milhares de empresas, que pioram o clima organizacional e chegam a prejudicar até a saúde física e mental de seus colaboradores.

 

Quando você, empreendedor, perceber que sua empresa precisa de um gás motivador, não seja precipitado. Não esqueça que o principal “recurso” que sua empresa possui é o humano, por isso você deve dar uma atenção especial aos agentes propulsores dela.

Seguem algumas dicas:

  • Forme uma equipe simples de Agentes Transformadores para planejar inovações e retificações; levantar os problemas e solucioná-los. Sempre que possível, faça atividades conjuntas com seus parceiros de trabalho.
  • Encontre as causas do problema – qual o motivo da “desmotivação”, do clima pesado?
  • Levante soluções e execute aquela que for mais viável, econômica e de aplicação efetiva e duradoura.
  • Mensure os resultados. Essa é a parte mais importante!

 

Neste nosso caso, isso inclue as palestras. Antes de fazer qualquer palestra motivacional, reveja pontos em que sua empresa precisa melhorar no aspecto “climático”. Baixos salários, horas-extras não compensadas, ausência de incentivos e prêmios, injustiças, fofocas, parcialidades, delegações indefinidas, são alguns dos pontos que mais incomodam e estragam os ânimos de qualquer colaborador. Lembre-se que ele passa mais tempo na sua empresa que com a própria família! Crie um ambiente “profissionalmente familiar”!

 

Faça atividades deste tipo continuamente. Dependendo da empresa, até três vezes ao ano.

Após essas orientações básicas, comemore com todos os colaboradores para que sintam que são a empresa, e não o lixo dela

Leia também: Formula Negócio Online download

Boas palestras, resultados excelentes e duradouros pra você!

Leave a Reply