principal desafio farmácias, implantar os serviços assistenciais

O estudo Farmabarómetro 2016, realizado em uma amostra de mais de 1.900 farmacêuticos, revela que o principal desafio da saúde o sector da saúde e a saúde é a implantação dos serviços assistenciais

Os participantes das VI Jornadas de Farmácia Ativa/Foto fornecida pela STADA

Artigos relacionados

Segunda-feira 13.08.2018

Quinta-feira 26.07.2018

Quinta-feira 05.07.2018

Mais de 700 farmacêuticos participaram da sexta edição das Jornadas de Farmácia Ativa, que têm arrancado em Barcelona, organizadas por STADA, laboratório especializado em medicamentos genéricos e produtos para o auto-cuidado da saúde.

Estas jornadas são o maior encontro dedicado à gestão de farmácias, contando para isso com a participação de especialistas em várias áreas de interesse para os farmacêuticos.

Nesta ocasião, contaram com as palestras de Álex Rovira, autor do livro “A Boa Sorte”, Ana Fernandes, especialista em coaching e farmacêuticos comunitários como José Ibáñez e Carmen Torres Vila.

Os temas abordados contribuíram para uma visão ampla sobre o momento atual que vive o setor e de suas necessidades.

“Não há saber que não se pode ser bom em tudo e você tem que estar voltado para a lucratividade. Os pontos-chave são a estratégia, os investimentos, a margem e os custos”, disse em sua intervenção, José Ibáñez, farmacêutico comunitário na Ibáñez Farmácias de porto alegre (Barcelona).

Em sua conferência “Acreditar, criar, alcançar”, Álex Rovira, foi por isso que, muitas vezes, “mais do que à altura de nossas capacidades, viver à altura de nossas crenças” e que “mais do que ver para crer, é preciso crer para ver”.

Ana Fernández foi apresentado o sistema DISC como uma ferramenta de gestão da equipa da farmácia. “A gestão da equipe é a chave para conseguir mais e melhor resultado. As farmácias cada vez precisam de pessoas que ponham em jogo todos os seus recursos”, disse. Para isso, “é necessário conhecer-nos a nós mesmos e ao nosso computador, e o sistema DISC é uma grande ajuda, já que nos ajuda a definir os diferentes tipos de personalidades”.

Carmen Torres Vila, farmacêutica Diretora Técnica em 100%Farma (Madrid) e videoblogger foi apresentado o conceito de Varejo Inteligente, em que “os pontos de venda físicos são espaços de experiências”.

Farmabarómetro

Coincidindo com a realização destas jornadas, foram apresentados os dados do estudo de opinião Farmabarómetro 2016 em que participaram 1.922 farmacêuticos de toda a Espanha.

Este estudo revelou que mais da metade dos farmacêuticos acreditam que o setor encontra-se atualmente em uma fase de estabilidade, sendo a situação económica da farmácia igual à de há um ano, enquanto que 1 em cada 5 é de opinião que esta melhorou.

Outros dados anunciados pelo estudo Farmabarómetro 2016 têm sido o maior desafio de saúde identificados pelos farmacêuticos é o desenvolvimento dos serviços de assistência, se bem que o 36,95% dos entrevistados a opinião de que o nível de implantação é ainda moderado.

Os serviços mais oferecidos em farmácias são o de nutrição, educação, saúde, monitorização ambulatorial da pressão arterial e os sistemas personalizados de dispensação. Por outro lado, o estudo revela, também, a opinião majoritária do setor sobre a evolução positiva da venda livre e o auto-cuidado. O 52,84% é de opinião que tem crescido no último ano, e identifica as categorias de dietética e fitoterapia, proteção solar, probióticos e dermocosmética como as que mais contribuem para o seu crescimento.

O 7 de junho, as VI Jornadas de Farmácia Ativa chegarão a Madrid no próximo mês de outubro serão realizados em Valência, Bilbao e Sevilha.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply