próteses, medicamentos e diagnósticos não invasivos

A velocidade excessiva do coração produz taquicardia. EFE

Artigos relacionados

Terça-feira 01.09.2015

Sexta-feira 03.07.2015

Quinta-feira 28.05.2015

Segunda-feira 25.05.2015

Segunda-feira 25.05.2015

O Hospital Ramón y Cajal reuniu entre os dias 17 e 19 de setembro, mais de 400 especialistas mundiais em Cardiologia para compartilhar seus conhecimentos, sob o título “A cardiologia vai de cinema. Tomada de decisões clínicas”.

Este congresso, que se realiza a cada dois anos, tem sido organizado pelo chefe de serviço de Cardiologia do Ramón e Cajal, José Luis Zamorano, e o doutor do Aurora Medical Center, nos Estados Unidos, Bijoy Khandheria.

Como novidade, este ano optou por relacionar cada uma das temáticas abordadas com um filme conhecido. Alguns dos títulos presentes no programa eram A dúvida, Avatar, de Alto risco, Cinquenta sombras de Grey ou Dança com lobos.

Conteúdos inovadores

O doutor Zamorano explicou a EFEsalud que nesta décima edição do simpósio Mundial de Cardiologia foram selecionadas as doenças mais prevalentes nesta especialidade para analisar tanto o diagnóstico fundamental como seu aspecto de tratamento”.

Este ano foi tratado, acima de tudo, os fatores de risco existentes na hora de sofrer de doenças cardíacas, problemas valvulares, o tratamento do diabetes e também o caso concreto da dislipidemia -alteração do metabolismo dos lípidos-.

De acordo com Zamorano já existem novas próteses valvulares aórticas de implantação percutânea; sem a necessidade de ter que optar por uma cirurgia extracorpórea.

No caso da dislipidemia também é esperado para a realização do congresso, para apresentar dados sobre os estudos em fármacos novos.

O colesterol também tem sido tratado em uma das jornadas do encontro, pois, segundo explica Zamorano, “há um ensaio clínico que mostra que aqueles pacientes que têm o LDL abaixo de 70mg/dL estão muito melhor”.

O colesterol LDL é uma lipoproteína chamada comumente conhecido como mau colesterol, uma substância complexa formada por lipídios e proteínas, cuja função principal é transportar o colesterol do fígado para os diferentes tecidos e órgãos.

Também não faltou o percurso, a fibrilação atrial, doenças isquêmico ou as insuficiências cardíacas.

Os avanços no diagnóstico não invasivo

O Hospital Ramón y Cajal é pioneira na Europa na utilização de uma nova tecnologia que permite realizar um diagnóstico não-invasivo. É o caso da aplicação de “Heart Model, um novo sistema de análise diagnóstico orientação do ultra-som 3D”.

Heart Model marca uma nova fase na tecnologia de ultra-som, pois ajuda a diminuir a variabilidade que pode existir entre os médicos na hora de interpretar as imagens ecocardiográficas.

O cardiologista do Ramón e Cajal salienta que a aplicação desta tecnologia é algo “muito, muito inovador porque apenas a estamos usando dois centros na Europa”.

Dia Mundial do Coração

No próximo dia 29 de setembro comemora-se o Dia Mundial do Coração, uma data importante porque “ao tratar-se da doença cardiovascular, a principal causa de morte em Portugal é necessário ter conhecimento sobre ela”.

O especialista destaca que há que conhecer melhor a doença, cuidar dos fatores de risco, proteger-nos, e, no caso dos médicos, acima de tudo, aprender a diagnosticar muito melhor.

Por esse motivo o médico insiste que “é muito importante que temos de técnicas modernas a serviço do diagnóstico”.

O passo seguinte ao diagnóstico é fazer com que todas as pessoas que sofrem de alguma doença cardíaca, “tenham os melhores tratamentos possíveis”.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply