Quirónsalud constitui o Comitê Científico formado por 20 especialistas

Segunda-feira 03.09.2018

Terça-feira 28.08.2018

Sexta-feira 31.08.2018

A constituição do Comitê Científico que se fazem as ações do Plano Estratégico de Pesquisa e Inovação 2017-2020 que será apresentado nos próximos meses.

Com este Plano, Quirónsalud pretende-se fomentar, facilitar e coordenar redes de colaboração entre os 500 pesquisadores que atualmente desenvolvem a sua actividade em seus hospitais, potenciando os grupos já consolidados e favorecendo a constituição de outros novos, de alto potencial na empresa.

Oncologia, Neurologia, Hematologia, Cardiologia, Genética, Pneumologia, Oftalmologia, Diagnóstico por imagem e e-Health são as áreas que concentram o maior número de projetos científicos.

Investigação ao serviço do paciente

Durante a sessão constituinte, os vinte especialistas coincidem em destacar as enormes capacidades e oportunidades de pesquisa e inovação do primeiro grupo hospitalar privado português (e europeu, após a sua integração no Helios-Fresenius), e o grande componente humano existente, bem como o potencial do volume de pacientes e dados de pesquisa para maximizar a sua produção científica.

“A vocação para a investigação vai nos genes de Quirónsalud e faz parte indissolúvel do nosso conceito de uma assistência clínica de excelência, centrada no paciente, ao que oferecemos desta forma, alternativas terapêuticas”, explica a doutora Leticia Morais, directora-geral de Assistência, Qualidade e Inovação do Grupo.

De fato, em boa parte dos hospitais Quirónsalud se realizam ensaios clínicos em todas as suas fases de desenvolvimento (fase I a fase III), bem como projetos de pesquisa e de inovação, financiados através de convites à apresentação competitivas nacionais e internacionais, liderados por grandes cientistas do grupo.

Os 20 especialistas do Comitê Científico de Quirónsalud

Dra Carmen Ayuso, diretora científica do Instituto de Pesquisa de Saúde-FJD e chefe do serviço de Genética da Fundação Jiménez Díaz.

Dr. Jesus Garcia-Foncillas, diretor do Oncohealth Institute.

Dr. Jesus Egido, chefe do serviço de Nefrologia do Hospital Universitário Fundação Jiménez Díaz

Dr. Frederico Vermelho, chefe associado do serviço de Anatomia Patológica do Hospital Universitário Fundação Jiménez Díaz.

Dr. Rafael Ribeiro, chefe do serviço de Neurologia dos hospitais Universitário Quirónsalud Madrid e Ruber João Bravo.

Dr. Javier Hornedo, chefe do serviço de Oncologia Médica do Hospital Universitário Quirónsalud Madrid.

Dr. José Maria Echave, chefe do serviço de Pneumologia dos hospitais Universitário Quirónsalud Madrid e Ruber João Bravo.

Dr. José Ángel Cabrera, chefe do serviço de Cardiologia dos hospitais Universitário Quirónsalud Madrid, Ruber Juan Bravo e São José.

Dr. João Alvarez Linera, chefe de Neurorradiología do serviço de Diagnóstico por Imagem do Hospital Ruber Internacional.

Dr. Javier Cortés, chefe do Instituto Oncológico Baselga de Madrid, no Hospital Ruber Internacional.

Dr. Ernest Balaguer, especialista em Neurologia do Hospital Geral da Catalunha.

Javier Rivela, gerente do Instituto do Câncer Dr. Rosell do Hospital Universitário Dexeus.

Dr. Angels Pascal, chefe do serviço de Ginecologia e diretora de I+D de Saúde da Mulher do Hospital Universitário Dexeus.

Dr. Miquel Vilardell, especialista em Medicina Interna e assessor da área de Ensino do Hospital Universitário Dexeus.

Dr. Josep Rodiera, coordenador do serviço de Anestesia e Reanimação do Centro Médico Teknon.

Dr. Salvador Morais, chefe de Cirurgia Geral e Digestivo do Hospital Quirónsalud Sagrado Coração.

Dr. Manuel luciano mello, chefe do serviço de Pediatria do Hospital Quirónsalud Málaga.

Dra Pilar Giraldo, especialista em Hematologia do Hospital Quirónsalud Saragoça.

Dr. Luis Martí-Bonmatí, chefe do serviço de Radiodiagnóstico do Hospital Quirónsalud Valência.

Dr. Gurutz Linazasoro, especialista em Neurologia da Policlínica Gipuzkoa.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply