Rafael Amargo

Share”O segredo é ajudar a alimentação com o exercício”

Artigos relacionados

Segunda-feira 10.09.2018

Segunda-feira 10.09.2018

Segunda-feira 10.09.2018

Rafael Amargo é um bailarino e coreógrafo português, que embora perto da dança contemporânea nunca perde a essência do flamenco.

Em 2007, a Companhia Rafael Amargo celebrou o seu décimo Aniversário com uma temporada no Gran Teatre del Liceu, com o espetáculo “o Amargo e o Liceu”. No início de 2008 coreografió em Londres, o musical “Zorro”. Em 2009 estreou no Festival D’Estiu de Sangunto seu espetáculo “A Difícil Simplicidade”.

Foi galardoado com vários prémios, como o Quixote de Dança 2008 ou o prêmio Max de Artes Cênicas, o Melhor Intérprete Masculino na Dança em 2002, 2003 e 2004.

Atualmente está promovendo seu primeiro longa-metragem como diretor, “O amor Amargo de Chavela”, além de seu show “Grande Gala Flamenco” no Círculo de Belas Artes e com a pré produção de “Terra”, sua nova montagem coreográfico.

Rafael Amargo nos conta como cuida da sua saúde e bem-estar.

  • Uma boa alimentação é fundamental para a saúde, como cuida de suas refeições?

Agora estou com a dieta proteica: como hidratos apenas um dia da semana, não tomo molhos e quase todo limpo. A verdura é muito importante, a fruta é diurética é a que eu coloquei como açúcares mínimos. Nada de doce e nada de farinhas…isso quando eu começo a cuidar de mim.

  • O esporte também é fundamental, você pratica algum tipo de exercício?

Agora estou mais preguiçoso este tópico…mas eu vou colocar com a minha rotina, porque ajudar da alimentação com o exercício físico é o segredo. O bom é que com a dança, cardio levou-o bom resultado.

  • Dormir bem é sinônimo de boa saúde, como descansa?

Sim, dormir é muito importante. Eu gosto muito de dormir, às vezes faço longas sessões, sobre tudo, além do descanso ao despertar se vê o corpo tão seco…que dá gosto. Para tudo, dormir é uma ajuda enorme.

  • Qual a fórmula segue para tentar levar uma vida saudável?

Senso comum, não abusar de nada, mas também não se privar. Mas acima de tudo, ser fiel a si mesmo e saber que, para estar bem é preciso sofrer um pouco.

  • Como você relaxa? Você gosta de ler, ouvir música, ir ao cinema…?

Agora estou aprendendo pouco a pouco isso, a olhar mais para o meu e relaxar mais. Não ter medo de não fazer nada também é um gesto sobre tudo-em-um turbilhão de vida que tenho levado.

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply